Voltar para homepage
Quem Somos Unidades Serviços Calendário Notícias Como Ajudar Artigos Contato Loja Virtual

Para uma nova Evangelização

Lendo os Evangelhos vemos o cuidado de Jesus na escolha e formação daqueles que iria enviar para o trabalho da evangelização. Ele chamou doze homens e os preparou, em um curso teórico e prático, durante três anos. Depois os enviou para ir às aldeias e povoados com a missão de levar uma boa noticia e fazer um apelo. A boa notícia: "Chegou o Reino de Deus". O apelo: "Mudem de vida". No texto de Marcos: "Convertei-vos e crede no Evangelho" (Mc 1,15).

Para a missão, Jesus não escolhe letrados e santos, mas pessoas simples e humildes. E chama pessoas que, na sociedade, eram tidas como pecadoras. Nesse período, reúne mais discípulos, e os envia dois a dois com algumas recomendações. São orientações que todos os que evangelizam devem conhecer.

O capítulo dez de Mateus é identificado como "o Sermão da Missão". Nele Jesus dá instruções aos seus enviados sugerindo atitudes práticas, medidas de precaução, palavras a serem ditas. Que não tenham preocupações materiais e confiem na hospitalidade dos que os recebem; estejam muito convictos da sua missão e do poder da palavra para curar e converter. Sejam mensageiros da paz, usem saudação de paz, sintam-se instrumentos de paz. Estejam preparados para uma recepção hostil, mas não desistam por causa das dificuldades e dos obstáculos que poderão surgir.

Podem procurar outros campos, bater em outras portas, mas desistir nunca. Deixem-se conduzir pelo Espírito do Pai. Sejam capazes de renúncias e sacrifícios pessoais. E estejam certos de que "quem vos recebe é a mim que recebe" e que "nunca ficará sem a sua recompensa aquele que é capaz de dar ao irmão ainda que um copo dágua".

O mesmo vale para os 72 discípulos enviados conforme narração de Lucas, no capítulo dez do seu Evangelho. Repetindo o que Mateus fala no final do capítulo nove afirma que "Jesus percorria todas as cidades e aldeias proclamando a Boa Nova do Reino e curando toda enfermidade". Ao ver as multidões exaustas como ovelhas sem pastor, move-se de compaixão por elas e pede: "Rogai ao Senhor para que envie mais operários que assumam a missão de conduzir o rebanho". Uma multidão, cada dia. Devemos orar também para que nós tenhamos a graça de ser discípulos e missionários capazes de assumir a missão com amor e coragem, zelo e perseverança.

Vale lembrar aqui o modo como, diante do rei Agripa, o Apóstolo Paulo descreve sua vocação. Solicitaram ao rei que o condenasse à morte. O Apóstolo tenta evangeliza e conta como foi que Jesus o chamou e lhe deu a missão: "Levanta-te e fica de pé. Eu te escolhi para que sejas meu servo e testemunha do que viste e do que ainda te mostrarei. Eu te escolhi do meio do povo e dos pagãos e a eles agora te envio, para que lhes abras os olhos e se convertam das trevas para a luz, do império de satanás para Deus. Assim eles receberão o perdão dos pecados e participarão da herança com os santificados pela fé em mim"(ver At 26,16).

Ser testemunha é o primeiro e mais eficaz modo de evangelizar. Ser servo é colocar-se a serviço do Senhor. Abrir os olhos é fazer ver, tirar das trevas para a luz, mostraro caminho, para que aconteça mudança e conversão. O "império de satanás" é a degradação, a corrupção, a omissão. O Reino de Deus é a salvação e o perdão, a graça e a santidade.

Paulo VI diz que a evangelização "é algo muito complexo". No entanto, podemos defini-Ia com palavras simples: É dar a conhecer o nome de Jesus, para que as pessoas o recebam na sua vida, o amem e se deixem transformar pelos seus ensinamentos. O mesmo Papa afirma que "evangelizar é o melhor serviço que podemos prestar à humanidade".

 
  Padre Osvaldo Gonçalves, SSCC
Padre da Congregação dos Sagrados Corações, Fundador da Família de Caná, diretor da Fazenda Recanto de Caná, da Comunidade Feminina Padre Eustáquio e da Comunidade "Eu Quero a Vida", para menores.

Artigo publicado em 16/02/2013


Voltar para página anterior
Associação Família de Caná
R. Henrique Gorceix, 80 | Padre Eustáquio | Belo Horizonte/MG | 30720-416
Telefone: (31) 3462-9221 | E-mail: familiadecana@ig.com.br